Loading...
Alguém Disse…2020-01-19T14:50:11+00:00

Últimos Posts

Porque há pessoas que se interessam pela (fim) vida.

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "…Agnes, uma mulher às portas da morte, inundada pelo terror e pelas dores, suplica por contacto humano. As suas duas irmãs estão profundamente afectadas pelo sofrimento [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "A solidão potencia a angústia de morrer. Demasiadas vezes, a nossa cultura cria cortinas de silêncio e isolamento em redor dos que morrem. Na sua presença, [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "Perdi o meu amado pai há já dois anos e desde então tenho experimentado um crescimento interior absolutamente imprevisível. Até então questionava muitas vezes a minha [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "…Bárbara teve uma revelação que lhe permitiu uma nova forma de encarar a morte. Talvez a morte não fosse bem a aniquilação total. Talvez não fosse [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "Redigir um testamento obriga, evidentemente, a pensar na morte, a fazer uma avaliação do que se foi, à medida que se discute ou pondera como distribuir [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "Os reencontros com antigos colegas particularmente depois de vinte e cinco anos, são experiências potencialmente ricas. Nada torna o ciclo de vida mais palpável do que [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) “ ’…porque é a morte tão aterrorizadora? O que especificamente a assusta na morte?’ Júlia respondeu de chofre: ‘Por tudo o que não terei feito!’ (…) [Ler mais...]

IRVIN D. YALOM

(escritor, psiquiatra) "Muitos relatos de mudanças dramáticas e duradouras, catalisadas por um confronto com a morte, reforçam este ponto de vista. Enquanto trabalhava intensamente, ao longo de um [Ler mais...]

MIGUEL ESTEVES CARDOSO

(crítico, escritor e jornalista) "Comportamo-nos como se as pessoas de quem gostamos fossem durar para sempre. Em vida não fazemos nunca o esforço consciente de olhar para elas [Ler mais...]

RUBEM ALVES

(poeta, cronista, ensaísta, teólogo, professor universitário e psicanalista) “Dizem as escrituras sagradas: 'Para tudo há o seu tempo. Há tempo para nascer e tempo para morrer'. A morte [Ler mais...]